Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009

Carta

 

Prometes a noite e dás-me apenas uns minutos...Prometes uma vida e o que me chega são apenas fragmentos de tempo, pedaços de vida, risos transformados em "bateres de asas" de uma borboleta, olhares que se confundem com a vida mundana e que se perdem na imensidão do vazio que é o todo.

Se o meu corpo anseia por ti, pelo teu toque, pelas tuas mãos quentes a deslizar sobre mim, pelos teus lábios perdidos na minha pele, pelos teus beijos que fazem os meus lábios suspirar...se tu me desejas, porquê ficar perdido e âncorado nesse canto?

Porque não vens ter comigo? Porque não estendes a tua mão quando a minha chama por ti e te abandonas definitivamente nos meus braços?

O meu corpo, a minha pele, os meus lábios desejam-te...pedem por ti a cada dia que passa...pedem-te tempo.

Falta-me aquele arrepiar, aquele sorriso, aquele olhar, aquela doçura que os teus lábios me davam e que as tuas mãos completavam com aquele toque sublime e definido...de alguém que sabia o que queria.

Quero-te a ti, hoje e agora....

Quero-te despido junto a mim...quero acariciar-te devagar, sentir-te possuir-me, perceber que o teu desejo não diminuiu e que a tua língua, húmida, me excita e me leva a desejar alcançar o céu.

Quero sentir as tuas mãos presas no meu corpo, a sua firmeza nas minhas nádegas, o afagar do meu cabelo e poder adormecer ao balanço da tua língua, que explora e devora cada cêntimetro de corpo.

 

white flake

  

Quero respirar sofregâmente, quero acelerar as batidas do teu coração e deixar que a minha língua deslize de forma gulosa e aventureira até ao teu peito e se perca, vezes indefinidas, no teu reino de prazer. 

Espero por ti...aqui, nesta cama vazia, onde tantas vezes nos afogamos e nos perdemos em beijos, suspiros e risos tão nossos...onde tantas vezes nos ouvimos, nos sentimos, nos demos e nos completamos.

Até já...

Beijo.

 

 

Music: Beverly Craven - "Promise"
publicado por fofinhatuga às 17:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009

Romeu e Julieta...nos dias de hoje...

Não existem famílias rivais e muito menos, estes são jovens de mundos distintos ou de classes económicas diferentes...esta é uma história bem diferente.

A morte física não existirá, mas a alma morre a cada dia que passa, a cada minuto que sobrevivem, a cada palavra, a cada mensagem vista, a cada lágrima por eles derramada.

Aqui existe apenas um passado, lágrimas que não deixam de cair, em peles macias, que tanto desejam tocar e acariciar, momentos que marcaram e oportunidades e palavras que deixaram que os ferissem e os conduzissem a um estado de loucura e embriaguez passional.

Era suposto ser tudo diferente...era suposto ambos estarem juntos e não a morrer cada um para seu lado, mas algo aconteceu...momentos que por muito que queiramos apagar da nossa memória, os demais não deixam que sejam esquecidos...Nunca...

E então questiono o sentido, a essência do amor...mas será que o amor é mesmo isto?

É loucura, desejo, paixão...aquele tremer de pernas e falta de ar quando nos chegamos perto dessa pessoa ou quando sabemos que daqui a poucos minutos iremos estar com ela, poder beija-la, acaricia-la, mima-la....é aquele falar pelos cotovelos, é a vontade de descobrir e querer surpreender a cada dia que passa...

Mas será que o amor é também tristeza, lágrimas, saudade, incompreensão, cobardia, medo...

Será que o amor também fere?...também nos faz sangrar de forma irremediável que nos leva a passar noites e noites acordados a ver a lua lá no céu a brilhar e a desejar saber o porquê de tudo nos acontecer daquela forma...o porquê de os olhos não saberem mentir, quando os nossos lábios teimam em nos mostrar uma realidade diferente e dolorosa???

Se por amor, esquecemos o mau, a tristeza, a solidão por mais que uma vez e voltamos a lutar, a dar o melhor de nós para que cada dia seja vivido a 100%...há no entanto, muitas pessoas que nos rodeiam, que nos amam, que querem o nosso bem, que não o esquecem e fazem o favor de nos lembrar isso dia após dia.

Fazem-nos sentir fracos, diminuídos e com medo de arriscar...lembram-nos de todas as noites em que passamos acordados agarrados à almofada a chorar ou apenas a sonhar acordados, lembram-nos todas as refeições que deixamos de comer por não termos apetite, ou por estarmos simplesmente tristes...lembram-nos de todas as discussões, de todos os erros, de todos os momentos perdidos...denominam-nos de loucos e porque também eles, estiveram muito próximos dessa loucura, colocam-nos entre a espada e a parede, nos fazem optar pela segurança...sem margens para segundos pensamentos.

 

 

Esta é a história de um Romeu e de uma Julieta, que sob o olhar atento das estrelas e abençoados por uma chuva, que misteriosamente começou a cair naquela noite, deram aquele beijo que os iria unir para sempre.

Uma história muito bonita e mágica mas também muito turbulenta e triste, que deixou marcas impossíveis de apagar, por muitos anos que eles vivam.

Há quem também já tenha dito, que esta história ainda não acabou...que por muito tempo que passe, ainda tudo irá ser como um dia os amantes pediram em segredo às estrelas...mas hoje, o muro que um dia eles deixaram cair, foi reerguido e fortificado por todos aqueles que a rodeiam.

Hoje, ela é prisioneira por tudo o que viveram e sofreram...mas não deixará nunca, de sonhar com a liberdade. 

 

 

 

 

 

publicado por fofinhatuga às 11:16
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Novidades

...

Deixem-me em paz...

Pensamento in "Óscar e a ...

Relacionamento...definiçã...

Seduz-me

Amor

Irrealidades

Tempo

Laços

Escondo-me

Lembranças

Junho 2013

Março 2011

Janeiro 2011

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds