Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007

Diálogo a dois

Nem só as palavras tem o dom de nos completar, de nos fazer transmitir pensamentos, desejos, emoções, tristezas...a expressão do nosso corpo fala por vezes muito mais e bem mais alto.

E como eu adoro que me entendas, que entendas o meu corpo, a minha alma.

Hoje fizeste-me sentir que era parte de ti, que os nossos corpos, a nossa alma, as nossas mentes funcionam em uníssono...que queremos o mesmo, desejamos o mesmo e por muito que nos tentemos afastar, a força da atracção é bem maior.

Os teus dedos no meu corpo, as tuas mãos a deslizar pelo interior das minhas pernas, os teus beijos quentes, a tua respiração ofegante faz-me quebrar todas as regras.

Sinto-me humida de desejo, de vontade de te ter dentro de mim, de te ver possuir-me..queria-te comigo, não só hoje, não só nesta noite mas em todas as outras noites da minha vida.

Por mais vezes que estejamos juntos, por mais carinhos que troquemos, nunca são demais para mim, nunca me canso de te ver, de te beijar, de te abraçar...de te "picar" com a minha lingua e os meus lábios.

Gosto de te ver sorrir, de ver os teus olhos a brilhar.

O teu sexo crescia sem que nem eu nem tu o pudessemos controlar, o teu desejo aumentava a cada minuto que as minhas pernas iam ficando mais nuas e a minha saia teimava em subir.

Eu beijava-te sem cessar, tinha saudades dos teus beijos, do teu riso...era como se não te visse há meses...desejava-te acima de tudo.

Lá fora, risos, vozes distorcidas, gritos, barulhos de pessoas que conversavam entre elas...lá fora, era um outro mundo, aqui dentro era o nosso mundo, o nosso momento.

Nada importava...

As tuas calças deslizaram...e como se não esperasses aquele meu impulso, beijei-te, acariciei-te, tornei o teu sexo ainda mais duro e sedento de algo quente...sedento do meu corpo.

A tua respiração era ofegante, as tuas mãos acariciavam o meu corpo e eu tentava controlar-me para que aquele momento durasse.

Ja despidos da pouca roupa que tinhamos e dos preconceitos que entre nós não tinham razão de existir, levei-te para a cozinha.

A mesa, que ainda estava por arrumar do nosso pequeno-almoço, foi o local escolhido por nós e se até aquela altura me tinhas deixado ser eu a comandar-te, a partir daquele momento, foste tu quem quiseste mostrar quem mandava ali.

Quiseste-me provocar deitando-me em cima da mesa fria e sem qualquer protecção.

Sabias o quanto me arrepiava e excitava o frio e tu não querias deixar aquele momento passar por nada.

Do frigorifico tiraste um cubo de gelo e num misto de quente e frio, gelo e lingua, percorreste todo o meu corpo causando-me ao mesmo tempo arrepios e suores quentes de desejo.

Já não tinhamos muito tempo, queriamos brincar, queriamos provocarmo-nos ainda mais, queriamos que aqueles ultimos 15 minutos que nos restavam antes de sairmos finalmente de casa fossem bem aproveitados. E foram...

Acabaste deitado em cima do meu peito...a nossa respiração que ia voltando ao normal, trouxe-nos a percepção do quanto os nossos corpos se começavam a ressentir do frio da mesa e do chão.

Ainda conseguimos tomar um banho rapido antes de sair e trocar mais um cem número de beijinhos antes de nos separarmos por umas longas 8 horas.

Separamo-nos à porta do meu carro.

Deste-me um beijo demorado e ao ouvido disseste-me "gosto de ti assim...doida...tal como eu gosto. Logo espero por ti."

FIM

(com desejo de muitas loucuras)

Music: "Es por ti" - Maná
publicado por fofinhatuga às 10:42
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007

Maus caminhos...

 

 

 

 

 

 

Por desconhecimento da estrada, procuro quem me leva pelo mau caminho...

Está aí alguém??

publicado por fofinhatuga às 23:08
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 13 de Novembro de 2007

Beijo Roubado

 

 

 

 

Roubaste-me um beijo

Deixaste-me sem palavras

Aguçaste-me o desejo

Mas não saiste de onde estavas

...

E lá se foram as minhas armas

...

Achas bem?

I'm feeling: shy
tags:
publicado por fofinhatuga às 11:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

Puta

Fui como uma puta
Mas nunca tratada de forma igual
Apenas me pedias para ser só tua
Mas nunca deixei de ser a tal


A tal como era tratada
Porque nome não me deram
Era amiga, amante ou namorada
Mas tive tudo o que as outras não tiveram


Na rua me conheceste
Da rua me capturaste
O céu e as estrelas me prometeste
Mas ao inferno me levaste


Fui uma puta alugada
Para alguns horas ou dias de prazer
E agora, sem nada, guardo esta mágoa
Por nunca ter conseguido ver


Ver o que me rodeava
Perceber a tua intenção
Apenas me querias na tua cama
Para acabar com a tua tesão


Dizias que gostavas de mim
E que na cama ainda mais
Pediste-me à tua proposta de casamento um SIM
Mas depois disseste: "Sexo entre nós já é bom demais"


Nunca entendi porque me fazias isto
Tu dizias que era só para me testar
Mas no fim estava tudo visto
Fui mais uma puta que levaste para a cama e que tentaste encantar.
tags: ,
publicado por fofinhatuga às 11:02
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 6 de Novembro de 2007

Farta de mentiras

 
 
De um sono descansada acordei
E um mundo de fantasia deixei
Ao meu redor só vejo maldade e mentira
E a hipocrisia ao ser humano ninguem a tira
 
Aqui a falsidade é o pao do dia-a-dia
A honestidade deixou de ter valor
E para alcançar o topo tudo fazem
Até mesmo enganar o próprio amor
 
Este é um mundo cruel
No qual eu não me revejo
Por ser doce como o mel
Sofro por tudo o que vejo
 
Por tudo o que vejo
Por tudo o que me fazem sentir
Só perto do mar é que arejo
E consigo voltar a sorrir
 
As duas caras quero deixar de ver
E a sinceridade que venha ao de cima
Vai-me fazer muito sofrer
Mas prefiro isso à mentira
 
 
 
Alguem
Não queiras ver o limite da hipocrisia e do cinismo anjo
Eles são demasiado amplos e só te fariam sofrer
Beijo grande e obrigada por estares aqui
 

 

I'm feeling: desiludida
publicado por fofinhatuga às 11:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 4 de Novembro de 2007

Inverno

 

 

 

Inverno é ...

 

 

 

chocolate-quente,

corpos semi-despidos enrolados no cobertor,       

loucuras à lareira, 

beijinhos doces com o som do crepitar da madeira como banda sonora,

o silêncio da rua,

o barulho da chuva a cair lá fora

o miminho e o soninho em conjunto...

 

 
What else do we need...I love it

 

Music: "Stars"
publicado por fofinhatuga às 21:21
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

Yesterday

At this specific time, one year ago I was in paradise...in your room, in your bed, doing great things...

Frase simples, palavras curtas, momentos e emoções que jamais serão esquecidas.

Hoje relembramos todos aqueles que partiram um dia sem avisar deixando-nos aqui sozinhos, povoando o nosso coração de um sentimento de perda insubstituível que não mais sairá.

Hoje relembro amigos e o meu anjo da guarda, a quem recorro quando já nada parece fazer sentido na minha vida...

Mas acima de tudo, hoje lembro e vejo o quanto a vida é algo fugaz e com um sentido muito próprio. Apercebo-me o quanto tudo é "passageiro" e o quanto são importantes as pessoas que estão na minha vida. Temo perde-las sem lhes dizer o quanto elas são importantes para mim, sem lhes dizer o quanto as amo e que sem elas a minha vida não tería qualquer sentido.

Por vezes paro no tempo e temo...

Eu que sou uma baixinha que adora fazer rir os outros e que só quer fazer as pessoas felizes, por vezes vejo-me encolhida num mundo que não entendo e que só me magoa.

Eu que acredito que o mundo pode ser um sitio bem melhor, onde haja mais harmonia, amor, entre-ajuda e boa vontade, vejo-me por vezes perdida num mundo de injustiças e solidão.

São estas pessoas que hoje fazem parte da minha vida e do meu mundo que fazem com que eu não deixe de acreditar que tudo pode ser bem melhor e que vale a pena lutarmos por algo... e por isso as amo tanto.

E tu és/foste a pessoa que maior luminosidade me deu, numa altura em que ja considerava que nada era possível...tu fazes parte do meu mundo.

Deste-me tudo o que achava impossível ser dado: compreensão, um ombro amigo, um riso sincero, uma gargalhada, carinho, amor, imaginação e muita loucura...

Tornaste o meu mundo em algo bem melhor, fizeste de mim alguém bem melhor...

Pelo que és, foste e serás estás para sempre guardado no meu coração como alguém muito muito muito especial.

Adoro-te a ti... e a todos vocês...

 

I'm feeling: tonta
publicado por fofinhatuga às 19:09
link do post | comentar | favorito

pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Novidades

...

Deixem-me em paz...

Pensamento in "Óscar e a ...

Relacionamento...definiçã...

Seduz-me

Amor

Irrealidades

Tempo

Laços

Escondo-me

Lembranças

Junho 2013

Março 2011

Janeiro 2011

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds