Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

Puta

Fui como uma puta
Mas nunca tratada de forma igual
Apenas me pedias para ser só tua
Mas nunca deixei de ser a tal


A tal como era tratada
Porque nome não me deram
Era amiga, amante ou namorada
Mas tive tudo o que as outras não tiveram


Na rua me conheceste
Da rua me capturaste
O céu e as estrelas me prometeste
Mas ao inferno me levaste


Fui uma puta alugada
Para alguns horas ou dias de prazer
E agora, sem nada, guardo esta mágoa
Por nunca ter conseguido ver


Ver o que me rodeava
Perceber a tua intenção
Apenas me querias na tua cama
Para acabar com a tua tesão


Dizias que gostavas de mim
E que na cama ainda mais
Pediste-me à tua proposta de casamento um SIM
Mas depois disseste: "Sexo entre nós já é bom demais"


Nunca entendi porque me fazias isto
Tu dizias que era só para me testar
Mas no fim estava tudo visto
Fui mais uma puta que levaste para a cama e que tentaste encantar.
tags: ,
publicado por fofinhatuga às 11:02
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De lfcf46thedocter a 7 de Novembro de 2007 às 13:31
ola gostei muito destes versos esta magnifico parabens continua a escrever faz bem ler o que escreves

beijos
De fofinhatuga a 7 de Novembro de 2007 às 13:35
Bigada
Beijo
De sensei a 7 de Novembro de 2007 às 15:39
Poema muito bonito e com sentimento. É pena que assim te sintas e que alguem te trate assim. Beijinhos
De fofinhatuga a 7 de Novembro de 2007 às 16:20
Sentimentos vem e vão, assim como a maneira como nos sentimos.
Se me tratam assim...bem, os meus amigos n me tratam assim, eles gostam mt mt de mim:)
Mas axo que não
Beijo e tudo de bom
De sensei a 7 de Novembro de 2007 às 19:24
Ainda bem que ninguem te trata assim. Acho, no entanto, que este poema que escreves-te, e que por sinal esta muito bonito, tem muito mais que jogos de palavras. Esconde sentimentos que podes ter sentido em alguma altura, por parte de alguem. Dizes que não é verdade, mas é o que transparece.
De qualquer forma, o poema esta muito bonito. Estas uma poetisa feita.

Beijinhos
De fofinhatuga a 8 de Novembro de 2007 às 13:41
Muito obrigado.
Sabes, tenho por habito escrever sobre o que me atormenta, o que me faz feliz ou sofrer, mas também escrevo sobre sofrimentos que não são meus directamente, mas que vivencio.
Este poema pode ser o reflexo disso mesmo: experiencias minhas sobre sentimentos que sao vivenciados por mim ou por outras pessoas.
De qualquer forma obrigado, acho que aprendi contigo esta nova faceta de ser poetisa...mas tu és sem duvida bem melhor que eu:)
Jinhos
De Mila a 18 de Dezembro de 2007 às 18:19
O meu favorita.

retrata a realidade de muitas mulheres ( e os homens mas este em minoria), que são usadas pra mera satisfaçao de desejos, sem qualquer semtimento mais profundo.

Parabens por os textos . Adorei !!!

Beijinho

Comentar post

pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Novidades

...

Deixem-me em paz...

Pensamento in "Óscar e a ...

Relacionamento...definiçã...

Seduz-me

Amor

Irrealidades

Tempo

Laços

Escondo-me

Lembranças

Junho 2013

Março 2011

Janeiro 2011

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds